LIVRO: Contos de Amor e Ciúmes

Livro: Contos de Amor e Ciúmes

Autor: Machado de Assis (org. de Gustavo Bernardo)

Editora: Rocco

 

No ano do centenário da morte de Machado de Assis, a Rocco leva aos jovens leitores uma coletânea de contos do maior escritor brasileiro sobre um tema que atravessa os séculos: o amor e aquele que é considerado sua sombra, o ciúme. Responsável pelo dilema amoroso mais discutido da literatura brasileira, a suposta traição de Capitu, emDom Casmurro, Machado de Assis reflete sobre o ciúme, direta ou indiretamente, também em inúmeros contos e até mesmo poemas. Os textos reunidos em Contos de amor e ciúme foram escolhidos pelo escritor, professor e crítico literário Gustavo Bernardo. “Procurei selecionar os contos mais ricos para debate, primeiro, e depois para representar bem o estilo machadiano”, afirma.

Contos de amor e ciúme reúne seis contos publicados originalmente entre 1864 e 1884, em periódicos como o Jornal das famíliasA estação e a Gazeta de Notícias. Histórias famosas do escritor, como “A cartomante” e “To be or not to be”, convivem com outras menos conhecidas do público atual como “Frei Simão”, “O segredo de Augusta”, “O machete” e “Curiosidade”, além do delicado poema “A Carolina”, publicado em 1906, em que Machado faz uma homenagem a sua mulher, morta dois anos antes. Em todos eles, Machado reflete sobre a face oculta do amor por meio de histórias muito bem construídas e ricas de múltiplos significados.

Segundo Gustavo Bernardo, iniciar a leitura de Machado de Assis pelos contos é uma boa forma de se familiarizar com a sua obra e despertar nos jovens a paixão pelo grande escritor. Para ele, “o texto de Machado de Assis não é de modo algum hermético e suas sutilezas irônicas fazem um bom par com a ironia natural dos jovens”. De fato, a ironia está presente em toda a obra de Machado, e não poderia ser diferente nos contos que compõem o livro, seja para provocar reflexões sobre as relações humanas ou criticar as instituições políticas, sociais e religiosas. Como explica Gustavo Bernardo na apresentação da obra: “O amor, muitas vezes associado ao ciúme ou ao medo extremo da traição, serve também de vitrine para o autor expor a sua verve crítica e irônica sobre o comportamento da sociedade no fim do século XIX.”

Com efeito, esse mergulho no universo machadiano pelo viés do ciúme resulta num livro que se devora com facilidade, seja porque o ciúme mexe com o íntimo de cada um, seja porque ele nos diz bem mais acerca de nós mesmos e do próximo do que imaginamos. Afinal, “a combinação amor e ciúme não é um tema trivial, ligado apenas às fofocas do dia-a-dia. É um tema atemporal que toca nas grandes questões da nossa existência: a importância do outro e a impossibilidade de saber a verdade toda sobre as pessoas”, como afirma Gustavo Bernardo ainda no texto de abertura.

Contos de amor e ciúme sai pela coleção Contos para Jovens, que reúne obras de Lygia Fagundes Telles, Roseana Murray, Rosa Amanda Strausz e Heloisa Seixas. O próximo livro da coleção é uma coletânea de Arthur Azevedo, organizada pelo escritor, ator e contador de histórias Augusto Pessôa, que já participou de diversas montagens de textos do escritor maranhense.

Fonte: Editora Rocco

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s